Motoristas de ônibus fazem greve na manhã desta segunda-feira (24)

Não há previsão para o retorno das atividades

Foto: Arquivo Grupo Thathi

Motoristas de ônibus de Ribeirão Preto anunciaram, na manhã desta segunda-feira (24), o início de uma greve, que não há previsão para ser finalizada, supostamente causada pela falta de vacinação contra a Covid-19 e a falta de pagamento do vale.

De acordo com Alcides Lopes, vice-presidente do Sindicato de Motoristas, a greve já era pensada desde o início da pandemia da Covid-19. “A greve vem sendo deflagrada desde o início da pandemia devido os atrasos de diversas coisas, que agora conjuminou com o atraso do vale e também das vacinas. Os trabalhadores estão cansados.”, disse.

Ainda segundo o representante, o pagamento do adiantamento salarial (vale) deveria ter sido pago na quinta-feira (20). A vacinação contra a Covid-19 no grupo foi liberada pelo governo estadual no dia 18 de maio.

“O pagamento do vale faz a gente voltar ao trabalho”, respondeu o representante ao ser questionado sobre uma possível volta do transporte ainda hoje.

Consequências da paralisação

Em razão da paralisação do transporte público, foi registrado um aumento significativo do preço em serviços de transporte por aplicativo. Foi flagrado também o aumento do congestionamento do trânsito em diversos pontos da cidade.

Outro lado

Um pedido de nota foi encaminhado para a prefeitura da cidade, que ainda não se manifestou sobre o assunto. O texto será atualizado conforme a divulgação de novas informações.

Notícia em atualização

Nenhuma postagem para exibir