Câmara aprova e Nogueira irá dar R$ 17 milhões para consórcio de ônibus

Medida precisa passar por aprovação em segudo turno; prefeitura afirma que pandemia reduziu receitas das empresas

Foto: Arquivo Grupo Thathi

Os vereadores de Ribeirão Preto aprovaram, por 12 votos, o projeto de lei que autoriza repasse de R$ 17 milhões para o consórcio PróUrbano. A medida é de autoria do prefeito Duarte Nogueira (PSDB). A justificativa da administração é a queda de arrecadação das empresas por conta da pandemia.

A polêmica medida causou intensos debates. Foram mais de três horas de discussão entre os vereadores. Pela proposta, a prefeitura fará um repasse imediato de R$ 7 milhões, sendo os outros R$ 10 milhões pagos em cinco parcelas de R$ 2 milhões cada uma. 

O subsídio é o segundo recebido pelo ProUrbano desde o início da pandemia. No ano passado, a prefeitura enviou às empresas outros R$ 5 milhões para ajudar no custeio das despesas.

A proposta teve seis emendas aprovadas pelos vereadores e, com isso, deverá ser novamente votada na próxima semana. Se aprovada definitivamente, segue para a sanção de Nogueira.

Discussão

Durante o período de discussão, o vereador Marcos Papa (Cidadania), que foi o primeiro a falar, criticou a medida. Ele afirmou que o contrato entre a ProUrbano e a prefeitura não foi cumprido. “São vários os terminais que não foram construídos, inclusive o central. O que o que se tem são gambiarras”. Papa criticou, ainda, o que chamou de má-gestão financeira da ProUrbano.

Já Renato Zucoloto (Progressistas), afirmou que o transporte é algo essencial e que, por isso, o subsídio deveria ser concedido. “Não se trata de doação, mas sim de uma antecipação de receitas, por seis meses, para que o contrato seja reequilibrado. O transporte urbano é fundamental e a prefeitura tem responsabilidade”, afirmou.

Veja abaixo como cada vereador votou:

SIM

Alessandro Maraca (MDB)
André Rodini (Novo)
Brando Veiga (Republicanos)
Bertinho Scandiuzzi (PSDB)
Eiizeu Rocha (PP)
Franco – Sim
Gláucia Berenice (DEM)
Isaac Antunes (PL)
Maurício Gasparini (PSDB)
Maurício Vila Abranches (PSDB)
Paulo Modas (PSL)
Renato Zucoloto (PP)

NÃO

Duda Hidalgo (PT)
Igor Oliveira (MDB)
Jean Corauci (PSB)
Judeti Zili (PT)
Lincon Fernandes (PDT)
França (PSB)
Marcos Papa (Cidadania)
Matheus Moreno (MDB)
Ramon (PSOL)
Sergio Zerbinato (PSB)

Nenhuma postagem para exibir