Após denúncias do Grupo Thathi, prefeitura inicia recuperação de parede do córrego Retiro Saudoso  

Prazo para conclusão é de 90 dias; valor dos serviços supera os R$ 226 mil

Depois de uma série de denúncias realizadas pelo Grupo Thathi de Comunicação, a prefeitura de Ribeirão Preto iniciou nesta quarta-feira (8) o conserto de um antigo problema de rachadura na parede do córrego Retiro Saudoso.

A empresa Resina Engenharia foi licitada por R$ 226,1 mil para realizar a recuperação na Avenida Francisco Junqueira, entre a Independência e a rua Olavo Bilac, no bairro Vila Seixas. O prazo de execução do serviço é de 90 dias.

De acordo com o chefe da pasta, Pedro Luiz Pegoraro, trata-se de uma antiga queixa da população, visto que a obra foi realizada há mais de 50 anos. “Essa rachadura ocorreu com o passar dos anos, acontece quando o concreto sede. Faremos um serviço de manutenção no local para que isso não se agrave e também não comprometa a estrutura da calçada”, afirmou o secretário à época da licitação.

Desvios

A Transerp, empresa que gerencia o trânsito e o transporte urbano de Ribeirão Preto, interditou parcialmente uma das pistas da avenida Francisco Junqueira a partir da rua Deolinda, ficando duas faixas liberadas para o tráfego de veículos.

O retorno situado embaixo do viaduto Jandyra de Camargo Moquenco, na Av. Francisco Junqueira com a Av. Meira Junior, sentido Centro/Bairro, estará fechado nos horários de pico. Assim, os condutores que desejam ir sentido avenida 13 de Maio deverão fazer a conversão no próximo retorno à rua Olavo Bilac.

A Transerp orienta os condutores a diminuírem a velocidade e terem maior atenção no trânsito a fim de se evitar acidentes. Informa, também, que equipe técnica e agentes de trânsito estão monitorando o andamento dos serviços a fim de garantir a segurança necessária aos condutores e pedestres na região.