Após cortes de concursados, Coderp anuncia economia de R$ 217 mil ao mês

Somente no SAM, 17 servidores perderam o emprego; prefeitura diz que plano de cortes foi aprovado em assembleia

Unidade da Coderp no Centro de Ribeirão Preto - Foto: Divulgação/Sindpd
Continua depois da publicidade

Depois da demissão de servidores que atuavam na Companhia de Desenvolvimento Econômico de Ribeirão Preto (Coderp), em especial no Serviço de Atendimento ao Munícipe (SAM), Gestão de Gerenciamento (GED) e o setor de microfilmagem, ocorridos em agosto, a empresa anunciou economia mensal de R$ 217 mil. As medidas fazem parte de um plano para zerar o déficit da empresa, que foi de R$ 4 milhões no primeiro semestre.

A demissão de servidores concursados foi dada em primeira mão pelo Grupo Thathi de Comunicação. Segundo informações oficiais repassadas pela prefeitura, o salário médio dos 17 servidores demitidos no SAM era de R$ 5.750,35. O custo total da folha de pagamento, que inclui os repasses previdenciários, é de R$ 8.541,41 mensais por servidor.

Com o novo contrato terceirizado, venceu licitação e irá receber pouco mais de R$ 21,6 mil mensais e deve contratar pelo menos dez pessoas para realizar o atendimento. “A nova empresa contratada receberá cerca de R$ 21,6 mil mensais gerando uma economia de mais de 91,36 % à Companhia”, disse a prefeitura, em nota.

De acordo com o presidente da Coderp, Aurílio Sérgio Costa Caiado, a reestruturação passou pelo Conselho de Administração da empresa em reunião no mês de agosto. Após apresentar a situação financeira e econômica da companhia, a decisão no corte de gastos foi unânime.

“A Coderp apresenta um déficit operacional acumulado no primeiro semestre de 2019 em torno de R$ 4 milhões. Os custos operacionais chegam a R$ 19 milhões e as receitas giram em torno de R$ 15 milhões”, detalhou o presidente. Entre 2010 e 2016 a empresa não recolheu todos os impostos. Isto gerou um passivo com a Receita Federal de aproximadamente R$150 milhões. Atualmente parcelada, essa dívida compromete o orçamento da Coderp em cerca de R$ 900 mil ao mês.

A companhia só está com equilíbrio financeiro porque a Prefeitura de Ribeirão Preto tinha uma dívida de cerca de R$ 28 milhões. Esse valor foi parcelado e, atualmente, a Prefeitura paga à Coderp R$ 1,4 milhão por mês.

Planejamento

As ações de reestruturação estão sendo planejadas pela nova diretoria com o objetivo de um reposicionamento estratégico da companhia, que gere uma nova situação de equilíbrio e evite despesas.

A Coderp tem dentre suas principais atribuições prover soluções de Tecnologia da Informação e Comunicação, sendo responsável pelo desenvolvimento, manutenção e evolução de todos os sistemas de informática que atendem a administração pública direta e indireta do município de Ribeirão Preto.

Nenhuma postagem para exibir