FOTOJORNALISTA JOEL SILVA VISITA GRUPO THATHI E RELATA EXPERIÊNCIAS EM COBERTURAS DE GUERRAS

Joel ganhou também o prêmio Wladmir Herzog de direitos humanos, Anamatra, Amb e Dom Helder.

0
17

Formado em fotografia pela escola de artes Bauhaus, iniciou-se como fotojornalista no Jornal Folha de S. Paulo em 1994, onde atualmente trabalha. Foi correspondente fotográfico da Folha de S.Paulo, no Oriente Médio, esteve na Guerra da Síria e na revolta da primavera Árabe na Líbia. Cobriu o massacre no Cairo capital do Egito, onde vitimou mais de 800 pessoas em um único dia. Cobriu o Golpe Militar em Honduras na América Central, acampou com os guerrilheiros das Farc (Forças Armadas Revolucionarias da Colômbia), fotografou a ocupação do exercito no Morro do Alemão, no Rio de Janeiro e esteve em campos de refugiados na África central e Oriente Médio.

Seus trabalhos foram publicados nos principais jornais do mundo, como The New York Times, Washington Post, Le Monde, El País, The Independent e nas revistas americanas, Time e Life. Foi premiado pela ONU, com Every Human Has Rights, em comemoração aos 60 anos dos direitos Humanos,. Ganhou também o prêmio Wladmir Herzog de direitos humanos, Anamatra, Amb e Dom Helder.

Escreveu dois livros, o primeiro, ” Maluco da BR”, sobre uma viagem que fez pelas estradas brasileiras como andarilho, o segundo, ” Uma fresta de luz no porão da sociedade”, sobre sua experiência em zona de conflito.

Deixe uma Resposta

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui